QUASE SAINDO DA GRÁFICA

 

Tá quase saindo do forno (se bem que seria bom resolver uma publicação em um forno de cozinha, hehe)…

De qualquer modo queremos tornar público os agradecimentos, para pessoas que foram fundamentais para que esse projeto se cumprisse…

Em realidade são tantas pessoas que esse texto de agradecimentos não deu conta de mencionar todos, mas de uma maneira ou outra todos estão representados.

AGRADECIMENTOS

A nossas mães e pais, sem o incentivo e fé depositados em nós, nada disso seria possível pois sempre acreditaram naquilo que iríamos fazer. Concretizar essa publicação inevitavelmente tem a ver com todo esse apoio que eles deram (e dão) constantemente. Agradecimento especial a Julio Figliaggi, além do apoio pessoal, se empenhou em nos ajudar de modo profissional, contribuindo na finalização desse projeto. Ao Fernando Holanda, pelo suporte prestado na reta final da realização do projeto. Agradecemos a nossos mestres (que na verdade são doutores, hehe!), pelo conhecimento mediado, que de uma maneira ou outra se faz presente nessa obra: José Serafim Bertoloto, Maria de Fátima Costa, Richard Perassi e Otávio Canavarros. Agradecemos à Funarte, graças a existência do Prêmio Microprojetos Mais Cultura foi viabilizada a ocorrência da HQ em suas mãos. Ao Instituto Cultural Janela Aberta e seu coordenador Cristian Cobra pela crença que têm nos artistas e força empenhada na realização de suas propostas. Agradecemos nossos amigos e colegas, que mesmo sem saberem contribuem para que cada projeto nosso se torne realidade; à gráfica Ligraf, que aceitou e acreditou nos objetivos desse projeto; ao Movimento de Teatro e outros artistas matogrossenses, que travam batalhas diárias numa luta cultural constante. Aos artistas que nos inspiraram (Sacco, Mutarelli, Bá e Moon, Orlando Pedroso, Grampá, Ric Milk, Kcavalheiros, Wander Antunes, entre tantos outros), sem eles quase nada do que fizemos seria feito da mesma maneira. Ao Centro-Oeste brasileiro, que forjou nossas vidas, em especial à Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. A todos os apoiadores das minorias, pois se não existissem pessoas que devotassem suas vidas para enfrentar o discurso hegemônico, nada disso teria acontecido.

 

 
Esse álbum é dedicado a todas as nações indígenas.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s